Site do Sidney Rezende -A relevância da Uerj para o estado

Defender a Uerj e declarar repúdio ao projeto de lei que propõe a extinção da instituição apresentado à Assembleia Legislativa, na quinta-feira (19), é mais do que um compromisso, trata-se de um dever daqueles que lutam pela universalização da educação no Brasil. Reafirmar a importância da Uerj é reconhecer o passado, valorizar o presente, e construir um futuro melhor para a sociedade fluminense.

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro está entre as dez melhores instituições de ensino superior do país. De acordo com o último relatório publicado pelo “Center for World University Rankings (CWUR)”, a Uerj foi reconhecida como a oitava melhor universidade brasileira, além de ocupar a 13º posição na América Latina e Caribe. Ainda de acordo com dados do relatório, na listagem geral, das 2 mil instituições mais bem avaliadas, de um total de 20 mil em 60 países, a Uerj aparece em 620° lugar na edição de 2021.

Outro aspecto sobre a Uerj que deve ser destacado é a abrangência regional no estado do Rio. Em setenta anos de história, o seu crescimento não se restringiu à capital. Além do campus principal no Maracanã, a Uerj está localizada em outros bairros e municípios, como Petrópolis, Angra dos Reis, Nova Friburgo, Resende, Teresópolis, São Gonçalo e Duque de Caxias. A instituição possui nada menos que um total de 90 cursos de graduação, 63 de mestrado, 46 de doutorado 2,8 mil professores e 43 mil alunos matriculados entre graduação e pós-graduação.

Como projeto pedagógico, a Uerj tem, notadamente, compromisso com a inclusão social e o pluralismo. Foi a primeira instituição de ensino superior a implantar políticas de ação afirmativa, como, por exemplo, o regime de cotas. A qualidade do conhecimento produzido na Uerj mereceu uma nota publicada pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em repúdio ao projeto de extinção. Segundo a SBPC, a UERJ é peça fundamental para a recuperação do desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro, que depende totalmente de investimentos em educação e ciência.

Por se tratar do mais grave ataque à educação pública, as manifestações, tanto da SBPC, como a carta assinada por dez reitores de universidades e institutos fluminenses de ensino, reforçam o fato de que este projeto apresentado na Alerj é inconstitucional. Como se sabe, o artigo 309 da Constituição do Estado do Rio de Janeiro prevê expressamente a existência da Uerj.

Como ex–secretário estadual de Educação, deputado estadual e presidente da Comissão de Educação da Alerj por quatro mandatos consecutivos, e, sobretudo, como professor, reforço todas as manifestações em defesa da Uerj que é um verdadeiro motivo de orgulho para a sociedade fluminense. A Uerj é, e sempre será, nossa!

site-do-sidney-rezende-020921-artigo-a-relevancia-da-uerj-para-o-estado

Artigo: A relevância da Uerj para o estado

Posts recentes