O Estado não pode conceder incentivos fiscais em 2017

O cenário de crise atual não permite que o Estado conceda nenhum tipo de incentivo fiscal em 2017. Precisamos, inclusive, que o Executivo apresente um relatório explicando os R$ 138 bilhões de benefícios concedidos nos últimos anos. Durante a audiência pública da Comissão de Orçamento que trata da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) também defendi a aplicação mínima de 26% da receita líquida de impostos na Educação, assim como a destinação de 6% dos tributos para as universidades fluminenses. É preciso preservar a Educação, mesmo diante de toda a dificuldade econômica do Rio de Janeiro. Negar recursos para a Educação é o mesmo que negar o futuro para as novas gerações!

Posts recentes