Mais um passo em direção ao fim da greve da educação

O Legislativo acaba de dar mais uma contribuição na negociação para a retomada do calendário escolar. Depois da recente aprovação da lei que determina a escolha de diretores de unidades escolares, o deputado Comte defendeu que amanhã seja votado o PL que reduz a carga horária de 40h para 30h dos servidores de apoio da educação. A sugestão do presidente da Comissão de Educação foi aceita pelo deputado Picciani, durante reunião com integrantes do Sepe, e comemorada pelo comando de greve.

“Diante da grave crise fiscal que enfrentamos, é fato que não temos como avançar em reivindicações que envolvam questões financeiras. Mas este projeto não gera impacto econômico para o Executivo e, ao mesmo tempo, trata-se, segundo o sindicato, de uma pauta essencial para distensionar o movimento de greve. Precisamos vencer os desafios e trazer nossos alunos para as salas de aula!”, explicou o parlamentar.

Posts recentes