Diz O Jornal – Debate na ALERJ Sobre Venda da CEDAE

A Assembléia Legislativa debaterá a Concessão Onerosa como alternativa à privatização da CEDAE. Para o líder do PPS na casa, deputado Comte Bittencout, a privatização seria uma forma de resolver um problema do governo Pezão e não do Estado do Rio de Janeiro.

Assim que iniciarem as discussões na Assembleia Legislativa, o deputado Comte Bittencourt (PPS) apresentará emenda em que defende a outorga onerosa para conceder o serviço distribuição de água e esgoto na cidade do Rio de Janeiro, como alternativa à privatização da CEDAE.

“Defendo um formato diferente para trabalhar essa receita, que não seja o da venda da companhia. O Estado preserva a empresa pública, que atua em uma área estratégica que é a de captar, tratar e distribuir água. Quero abrir com o governo um debate sobre uma alternativa antes da venda definitiva da CEDAE. Quanto vale uma outorga onerosa de saneamento no Rio de Janeiro. Três bilhões? Quatro bilhões? O mercado já deve ter esse estudo, seguramente. Então, cria-se uma condição – perde o anel, mas não perde os dedos – e o Estado mantém sua empresa de saneamento”, explica Comte.

Posts recentes