Comte Bittencourt apresenta Projeto de lei para concessionárias aceitarem cartões de débito nos transportes

Medida é estudada após CCR Barcas deixar de aceitar os cartões na compra dos bilhetes das barcas e catamarãs

O deputado Comte Bittencourt apresentou um Projeto de Lei obrigando todas as concessionárias de serviços públicos, como Barcas S/A, Supervia e MetroRio, a aceitarem em suas bilheterias a compra das passagens pelo sistema de débito automático. A medida foi tomada após os usuários do transporte aquaviário serem surpreendidos com a interrupção desse tipo de pagamento. Caso aprovada a regra passa a valer para todas as concessionárias de serviço público do Estado do Rio de Janeiro.

Segundo Comte, a justificativa da decisão da concessionária coloca em risco a segurança dos passageiros e deve ser discutida pela sociedade. E, de acordo com parlamentar, não apenas as barcas, mas trens e metrôs também devem aceitar cartão.

— As regras destes contratos de concessão são de um tempo em que a realidade da segurança pública era outra. Não se justifica, portanto, querer impor ao cidadão que, para adquirir maior quantidade de tíquete, efetue saques de altos valores e circule com dinheiro em espécie. Trata-se de medida irrazoável que, além de impor enorme inconveniente ao cidadão, o coloca em situação de vulnerabilidade. Os usuários precisam contar com esta facilidade. Hoje em dia, quase tudo se paga com dinheiro de plástico — explicou o deputado, que pretende convocar o Procon e as concessionárias para debater o tema na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Posts recentes