Comte apresenta emendas ao plano de carreiras da Faetec

O deputado Comte Bittencourt (PPS) criticou hoje (17/12), em discurso no plenário da Alerj, o projeto enviado pelo governo sobre o novo plano de carreiras da Faetec. Segundo ele, a proposta não garante direitos ao professor II, aos profissionais de nível fundamental e médio e aos docentes do ensino superior.

O deputado, que vem mantendo diálogo com o Sindicato dos Profissionais da Faetec (Sindpefaetec), apresentou emendas ao projeto do governo, corrigindo injustiças, como o reajuste diferenciado para os profissionais de nível médio, com 23,6%, e os professores, com 32,5%.

– É importante lutarmos pelo reajuste de 32,5% para todos os cargos da Faetec – disse.

Comte apresentou ainda emendas para garantir, entre outras coisas, a distinção do docente do ensino superior, o direito do professor de 20h optar pelas 40h e a progressão da carreira de quem é hoje professor II – os pioneiros da fundação, apesar da extinção do cargo. Ao todo, os deputados apresentaram 69 emendas ao plano, que saiu de pauta e, a pedido do sindicato, só voltará a ser discutido em fevereiro próximo. As mudanças propostas pelo projeto estão previstas para entrar em vigor em maio de 2014.

Posts recentes