Comissão vai acompanhar ações de melhoria no Liceu Nilo Peçanha

A audiência realizada hoje (12/06), pela Comissão de Educação, trouxe pais, alunos e professores do Liceu Nilo Peçanha, à Câmara Municipal de Niterói e lotou o Plenário por mais de duas horas. O presidente da Comissão, deputado Comte Bittencourt (PPS) se comprometeu em acompanhar as promessas de melhorias feitas pelos representantes da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc).  “Vamos fiscalizar e cobrar, pois são questões recorrentes em várias instituições: a depreciação do ensino, da estrutura e do incentivo aos nossos estudantes, professores e funcionários do estado”, destacou Comte.

Vários problemas foram apresentados, principalmente, o bloqueio das verbas repassadas para a escola, em função de problemas trabalhistas provocados pelo Centro de Línguas Estrangeiras Modernas (Celemo). Foram abordados ainda a falta de manutenção nas estruturas físicas, a carência de funcionários nos setores administrativos e de serviços gerais e o laboratório de informática que não está funcionando. A professora Maria Idalina falou sobre o sistema de otimização adotado pela Seeduc. “Muitos alunos foram remanejados de sala, uns com provas dadas, outros sem a disciplina, causando um grande transtorno para todos. Além disso, não temos livros atualizados ao currículo mínimo para algumas disciplinas e séries”, reclamou a professora. Segundo ela, em cinco anos, passaram pelo colégio oito diretores, todos escolhidos pela secretaria de estado de educação.

Já a aluna Jennifer Alves explicou como as aulas estão sendo ministradas em sala. “Usamos os livros que são feitos para os três anos. Porém, com a mudança feita pela Secretaria, não temos livros atualizados e os professores tiram cópia de apostilas para nos ajudar”, disse a estudante do 2º ano do ensino médio.

Representante da Seeduc, Luciano Santana explicou que a questão da verba bloqueada está em tramitação junto ao Ministério Público (MP-RJ) esperando “uma melhor resolução”. Além disso, Santana disse que R$ 72 mil foram liberados para a instituição para a quitação de débitos. “A Secretaria duplicou a verba, em abril, justamente para atender a demanda de estrutura, e, em maio, os débitos do Liceu foram quitados”, afirmou.

Comte Bittencourt (PPS) garantiu que vai acompanhar toda essa movimentação da Seeduc em relação ao Liceu Nilo Peçanha e, marcou para daqui a 20 dias, uma nova visita ao colégio.

A reunião contou com a participação dos deputados membros da Comissão, de vereadores de Niterói e da UPPEs.

Posts recentes