Comissão de Educação da Alerj se reúne com reitoria da Uerj. Em pauta, o Colégio de Aplicação

A Comissão de Educação da Alerj se reuniu hoje (10/04) com o reitor da Uerj, Ricardo Vieiralves, e sua equipe no campus da universidade para que a instituição apresentasse dados sobre a impasse de seu colégio de aplicação. O presidente do colegiado, deputado Comte Bittencourt, considerou o encontro positivo e comemorou o fato de que, com a autorização da reitoria para contratação de 21 concursados, o problema enfrentado pelo CAp-Uerj se aproxima de uma solução.

“Esse encontro foi muito proveitoso, pois conseguimos observar que estamos muito próximos de solucionar a questão da falta de professores na unidade.  Com a autorização desse concurso para o preenchimento de mais 21 vagas, chegaremos a 63 docentes, número bem próximo aos 69 solicitados pela diretoria do colégio”, acredita o parlamentar.

De acordo com os dados apresentados pela reitoria, o CAp conta com 140 professores concursados e mais 52 serão incorporados à instituição até o final deste ano. O reitor da Uerj aproveitou o encontro para enfatizar que a unidade tem autonomia para a contratação de professores temporários nas quatro hipóteses previstas no ato executivo de decisão administrativa editado pela universidade: licenças maternidade, saúde e sem vencimento, além daquelas motivadas por aposentadoria, exoneração e falecimento. Na ocasião, Vieiralves enfatizou a importância das instituições manterem banco de reserva de docentes sempre atualizados, a fim de evitar problemas como o ocorrido no colégio.

“É importante que a unidades estejam prevenidas e se planejem mantendo um banco de reserva com profissionais capacitados que possam assumir as turmas, em caso de necessidade. Apenas na semana passada o CAp nos apresentou seu calendário e projeto pedagógico. Diante da atual situação, considero necessária uma avaliação externa para correção do rumo da unidade, para que problemas atuais não voltem a se repetir”, explicou Vieiralves.

O encontro contou ainda com a participação de representas da Secretaria Estadual de Ciência Tecnologia, da Defensoria Pública do Rio de Janeiro e da Procuradoria Geral do Estado.

Posts recentes