Em 09 de maio, 2007, por Hyury

Vistoria na lagoa de Piratininga

O Fluminense
Isabel de Araújo

O deputado estadual Comte Bittencourt (PPS) vistoriou, na manhã de ontem, as obras de revitalização da Lagoa de Piratininga. O deputado disse que o objetivo era se certificar de que os trabalhos não serão interrompidos e que fiquem dentro do orçamento de R$ 11,5 milhões. Comte se reuniu com um dos engenheiros responsáveis pelo projeto na sede montada nas proximidades da lagoa e questionou a estimativa de conclusão do projeto, que é de um ano.

O deputado enfatizou que o projeto é de fundamental importância para o sistema lagunar Itaipu-Piratininga. “Essa obra já foi paralisada duas vezes. Meu principal objetivo é impedir que ela seja apenas um projeto eleitoral”, comentou.

O deputado afirmou ainda ter ficado satisfeito com as explicações dadas por um dos engenheiros da obra. Depois do encontro, Comte foi pessoalmente avaliar o andamento desta etapa, reiniciada no último dia 15, depois de um ano. “Nessa fase será feita a conclusão da escavação dos 288 metros restantes do túnel que ligará a lagoa ao mar. O engenheiro me explicou que ainda será instalado o sistema de comportas nos canais do Tibau e de Camboatá, além de da dragagem de um canal na lagoa”, explicou.

Renovação – Mas a notícia que mais entusiasmou o parlamentar foi de que a expectativa é que após a conclusão dos trabalhos, a água esteja 100% renovada em 90 dias.”Agora que conheço o projeto cuidarei para que o governo cumpra o prazo de execução. Irei pedir que sejam providenciadas operações de controle do despejo de esgoto na lagoa”, planejou, enfatizando que a concessionária Águas de Niterói realizou um grande progresso com a instalação da rede coletora de esgoto na Região Oceânica.

Comte ainda destacou que a revitalização de Piratininga deverá ser completada com obras de urbanização. “A questão da ciclovia e da invasão das margens da lagoa devem ser resolvidas. Também devem ser feitas ações de fiscalização”, completou.

Projeto garante melhoria na qualidade da água

Iniciado em 2004, o projeto de revitalização da Lagoa de Piratininga tem o objetivo de recuperar o sistema lagunar Itaipu-Piratininga, propiciando a circulação, renovação e melhoria na qualidade da água. A primeira fase da obra custou cerca de R$ 3 milhões, e contou com a escavação de 700 metros de comprimento, cinco metros de largura e 4,5 metros de altura, do túnel no Costão Rochoso de Piratininga. Já nesta segunda etapa, será concluída a escavação dos 288 metros restantes do túnel, que passa três metros abaixo do nível do mar e com isso vai permitir a entrada das marés na Lagoa de Piratininga, propiciando a renovação da água.

Nessa etapa também serão construídas comportas para garantir que a água circulará somente no sentido lagoa-mar. A segunda etapa está orçada em R$ 8,5 milhões. Terminadas essas intervenções, será realizada a dragagem de um canal na lagoa. A previsão é de que sejam removidos 171 mil metros cúbicos de lixo como desassoreamento.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.