Em 11 de maio, 2011, por Hyury

Secretário de Educação admite que salário dos professores é baixo

          O deputado Comte Bittencourt, presidente da Comissão de Educação da Alerj, intermediou e participou  da 1ª reunião dos representantes do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação e da União dos Professores Públicos do Estado com os Secretários da Educação, Wilson Risolia e de Planejamento e Gestão, Sérgio Ruy. O encontro teve como objetivo apresentar as reivindicações da categoria, que pretende, entre outras coisas, um reajuste salarial de 26% e a antecipação do nova escola.  O secretário de educação Wilson Risolia concordou com os professores que o salário é baixo, mas que isso não seria resolvido neste primeiro encontro.

          “O Rio de Janeiro têm que sair da lanterninha da aplicação da receita líquida”, comentou Comte, e afirmou ainda que “Estados como: Rio Grande do Sul, Mato Grosso e São Paulo investem 35%, Piauí e Paraná 30% e Amapá 28%. Já o Rio de Janeiro continua restrito ao mínimo constitucional de 25%”, concluiu Comte.

          O secretário de Planejamento e Gestão, Sérgio Ruy,  falou que o reajuste de 26% para a categoria é inviável, mas que poderá estudar um aumento, mas isso se a receita do Estado permitir.

          Wilson Risolia e Sergio Ruy se comprometeram de marcar, na semana que vem, uma outra reunião com os representantes do Sepe e da Uppes.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.