Em 19 de março, 2008, por Hyury

Secretária de educação afirma ter reduzido drasticamente carência de professores na rede estadual

site2Em audiência pública na Comissão de Educação da Alerj, presidida pelo deputado Comte Bittencourt (PPS), a secretária estadual de Educação, Tereza Porto, garantiu, hoje (19/03), que a carência real da rede pública é de 3.315 professores. Esse dado surpreendeu parlamentares da Comissão, já que revela uma redução drástica da necessidade de contratação de novos docentes. No final do ano passado, quando alunos terminaram o ano letivo sem professores em várias matérias, o déficit era estimado em cerca de 20 mil.

Já a secretária declarou que as informações que obteve da equipe anterior “registravam uma carência de 14 mil”, completando que o seu primeiro ato foi contratar dois mil concursados de 2005, e, em seguida, convocar mais 3.948 do concurso de 2007. Tereza Porto declarou ainda estar completando parte do quadro com professores em dupla jornada, os chamados GLP (Gratificação por Lotação Prioritária). Ela garantiu também que o governador autorizou a contratação de mais dois mil professores.

O deputado Comte Bittencourt estranhou o fato de nos últimos cinco anos a rede estadual trabalhar com 17 mil professores em dupla jornada e, mesmo assim, deixar várias escolas em todo estado sem aula. Comte pediu à secretária a relação de professores contratados em regime de GLPs. “Precisamos saber se não houve desvio ou contratação indevida de GLPs nos anos anteriores, até por que essas gratificações extras são pagas com dinheiro público”, disse Comte, sugerindo a criação de uma Comissão Especial para analisar a forma e o número desses contratos.

O deputado declarou estar satisfeito em ter, pela primeira vez, números mais claros sobre a rede estadual e propôs, para o final de abril, a realização de nova audiência pública a fim de verificar a situação da rede em relação à falta de professores e tratar do aumento de salários dos docentes e pessoal de apoio. “Espero que, este ano, os alunos terminem o ano letivo completando todas as matérias do currículo, o que vamos fiscalizar ”, concluiu Comte.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.