Em 18 de março, 2009, por Hyury

Realização de concurso para a UEZO foi principal tema da audiência da Comissão

cpibarcas_cbittencourt_er_12_02_09_new18/03/2009

A Comissão de Educação da Alerj, presidida pelo deputado Comte Bittencourt (PPS), recebeu hoje (18/03) o novo reitor da Uezo (Universidade Estadual da Zona Oeste), Roberto Soares de Moura, para debater a consolidação da instituição, fundada há três anos. Um dos assuntos mais importantes, abordados durante a audiência, foi a necessidade de realização de um concurso para contratação de professores permanentes da instituição, com a verba de R$ 4 milhões destinada à Uezo pela Alerj, no ano passado.
Comte reafirmou a necessidade das contratações e defendeu uma política salarial unificada nas instituições de ensino superior e de pesquisa do estado. “Estaremos atentos para que os recursos que a Assembleia cedeu sejam utilizados exatamente para os fins que foram pedidos. Praticamente trinta por centro do orçamento da Uezo, em 2009, foi dado pela Alerj”, afirmou o deputado. “Há um compromisso do estado em realizar este concurso para que seja constituído, definitivamente, o quadro de pessoal da universidade e, assim, a alma da Uezo. Só assim a universidade poderá crescer e se consolidar”, completou Comte.
A audiência contou também com representantes do corpo docente e de alunos da universidade. O novo reitor da Uezo, por sua vez, disse que o concurso sairá em breve e que o edital já está pronto. Ele afirma que a Uezo, atualmente, tem três prioridades: realizar o processo seletivo, formar tecnólogos e trabalhar em conjunto com as indústrias do estado. “Nosso quadro hoje é formado por professores temporários, mas queremos mudar esta situação. A Uezo é pioneira na formação de tecnólogos de nível universitário. Somos um centro voltado para isso, com seis cursos novos e tecnólogos de alta competência”, afirmou.
O representante da Associação de Docentes da Uezo, Carlos Eduardo Carvalho, manifestou preocupação com a consolidação da universidade. Para ele, “isso só irá ocorrer quando a instituição contar com um quadro permanente de professores e com salários que possam atrair profissionais competentes”. Já a representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Uezo, Claudia Ferreira, agradeceu o desempenho e o trabalho da Comissão de Educação da Alerj, mas lembrou a importância da contratação de profissionais qualificados. “A Uezo nasceu torta e, só hoje, podemos pleitear coisas sólidas. Queremos que a universidade seja um centro tecnológico avançado, com cursos, laboratórios e professores de alta qualidade”, disse a estudante.
Também participaram da audiência a vice- presidente da Comissão de Educação da Alerj, deputada Aparecida Gama (PMDB), os deputados Alessandro Molon (PT), João Pedro (DEM), Nelson Gonçalves (PMDB) e Paulo Ramos (PDT) e o representante da Associação dos Profissionais de Educação da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Apefaetec), Roberto Bittencourt.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.