Em 21 de dezembro, 2010, por Hyury

Presidente do PPS do Rio considera grave prisão de vereador em ação contra milícias

O Globo On Line

RIO – O presidente estadual do PPS no Rio de Janeiro, deputado Comte Bittencourt, considerou gravíssima a prisão do vereador filiado ao partido, Jonas Gonçalves da Silva, conhecido como ‘Jonas é Nóis’, na ação que prendeu acusados de envolvimento com a milícia em Duque de Caxias. Para Bittencourt, a suposta prisão fere os princípios éticos do partido.

Em nota, Comte afirmou que encaminhou à Comissão de Ética do partido, em caráter de urgência, a solicitação de um relatório “circunstanciado para que o partido possa rapidamente adotar todas as medidas saneadoras que o caso requer”.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.