Em 28 de novembro, 2007, por Hyury

PPS reúne pré-candidatos com a presença de Comte

A Voz da Serra On Line

A Câmara de Nova Friburgo ficou movimentada na última sexta-feira, 23. Não era dia de reunião dos vereadores, e sim do Partido Popular Socialista (PPS) local, com a participação do deputado estadual Comte Bittencourt. Filiados, pré-candidatos a vereador e representantes de outros partidos participaram do encontro político.

Comte reforçou a posição de apoio do PPS ao atual governo municipal e chamou a atenção dos pré-candidatos quanto à questão da fidelidade partidária. Depois, em entrevista a este jornal, disse que, dependendo de negociações, o partido poderá vir a compor uma chapa para o Executivo.

Na mesa estavam, além de Comte Bittencourt, o vereador do próprio PPS, Alexandre Cruz; o presidente da executiva local, Carlos Alberto Braga; o secretário Geral da Prefeitura, José Carlos Nacif; Renato Bravo (PP) e José Adilson Medeiros. Nas mesas laterais, a secretária municipal de Cultura, Maria Amélia Curvelo, Luiz Valadão, Mário Esteves, João Paulo, Dico, Tânia do Rui Sanglard e Uderson Meneghitti, entre outros novos filiados ao partido.

Durante a reunião discursaram o vereador Alexandre Cruz, Maria Amélia Curvelo, Mário Esteves, Reinaldo Rodrigues, Renato Bravo, o vereador do PSB Manoel Martins, Tito Amaral, representando o deputado estadual Olney Botelho (PDT), a secretária municipal de Saúde, Jamila Calil, vereadora licenciada do PSB, e José Carlos Nacif. APOIO E ALERTA – Comte Bittencourt falou aos pré-candidatos do PPS da importância em desempenhar bem a função de vereador, conhecer bem essa função, saber o que pode e o que não pode fazer, para ajudar a acabar com a imagem ruim que os políticos têm atualmente.

O apoio do PPS ao governo Saudade Braga ficou claro. Comte disse que a prefeita é uma pessoa correta e consegue manter bons índices de aceitação depois de sete anos de governo, o que não é tarefa das mais fáceis para os ocupantes da chefia do Executivo.

Comte chamou a atenção dos pré-candidatos do PPS quanto à ética, responsabilidade e a posição do partido. E depois da fidelidade partidária, decidida pelo Supremo Tribunal Federal, os ocupantes de cargos eletivos devem se ater às idéias dos partidos. No PPS, o vereador que não votar segundo o pensamento do partido terá o mandato cobrado, conseguido com a ajuda de todos os demais companheiros de legenda. A meta, segundo Comte, é conseguir três cadeiras no Legislativo friburguense em 2008. E os três que conseguirem devem saber que ocupam cadeiras pertencentes ao coletivo do PPS e não cadeiras individuais.

Após a reunião, Comte Bittencourt concedeu entrevista elogiando a qualidade dos pré-candidatos do partido e disse que o PPS está aberto a entendimentos com outros partidos para uma possível composição para a chapa majoritária. Comte salientou que, com um bom trabalho dos componentes do partido, foi montada “uma bela nominata”, expressiva, representativa, integrada por pessoas com conteúdo e que têm tudo para ajudar o PPS.

Ele voltou a reafirmar a boa relação com o governo local, que, na ótica do PPS, tem cumprido todos os seus compromissos de políticas públicas com a cidade. “Por isso a tendência é caminharmos juntos e colaborarmos com o governo para que se encontre a melhor candidatura, que se possa liderar uma ampla aliança, que continua formada justamente por causa desses compromissos cumpridos”, frisou.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.