Em 04 de dezembro, 2009, por Hyury

Picciani comemora com reitores mais R$ 40 milhões para ensino superior

Panorama Regional On Line

Durante reunião com representantes das comissões de Educação e de Orçamento, Finanças, Fiscalização Financeira e Controle da Assembleia Legislativa do Rio e das universidades públicas estaduais, nesta quinta-feira (03/12), o presidente da Alerj, deputado Jorge Picciani (PMDB), disse estar celebrando a grande conquista da Frente Parlamentar de Defesa das Universidades do Estado. “Afinal, essas entidades terão R$ 40 milhões a mais no orçamento de 2010 para investir no que for melhor para a Educação. Trata-se da consolidação de um novo polo de inteligência fluminense. Com o aperfeiçoamento das universidades do Rio e o fortalecimento do ensino, com certeza, teremos cursos de qualidade e profissionais mais competitivos”, afirmou o peemedebista. De acordo com o presidente da Comissão de Orçamento, deputado Edson Albertassi (PMDB), mais importante do que os recursos foi o envolvimento do Parlamento fluminense com a Educação. “É o resultado de uma conquista importante para o estado”, sublinhou Albertassi.

O parlamentar comentou ainda que as necessidades das instituições foram devidamente levantadas. “Recebemos apoio de todos os deputados da Casa para atender as demandas de cada instituição”, pontuou. Para o presidente da Comissão de Educação, deputado Comte Bittencourt (PPS), será um justo investimento para as qualificações profissional e técnica oferecidas pelos cursos dessas instituições. “Foi muito importante o empenho do Governo do estado para atender as reivindicações das universidades. A vitória é de todos. Com o respaldo do presidente Picciani, o Governo certamente vai cumprir em 2010 todas as emendas apresentadas pelas comissões e pela frente parlamentar”, afirmou. Segundo o parlamentar, com estes recursos, a Universidade Estadual da Zona Oeste (Uezo) dará prioridade à construção de seu campus próprio e à contratação de novos professores através de concurso público.

Já a Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância (Cecierj) vai receber um incremento de R$ 1,6 milhão para ampliar a oferta de vagas no interior do estado. “Para a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), alcançamos uma grande conquista, que é a emenda para corrigir a defasagem salarial dos professores e funcionários de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. E, para a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), conseguimos a recomposição do seu orçamento para os investimentos e custeios mínimos necessários para manter a entidade produzindo o que a sociedade espera dela”, enumerou Albertassi. A Uerj, que tinha uma proposta orçamentária de R$ 445 milhões para 2010, receberá mais R$ 21 milhões a pedido do reitor Ricardo Vieiralves. “Sem dúvida, hoje mantemos uma relação de extrema qualidade com os parlamentares. É a vitória das universidades e a comprovação de uma grande parceria com a Alerj”, frisou o reitor.

Ainda de acordo com Vieiralves, a Uerj assumiu compromissos em 2009 que não estavam previstos. “Entre as despesas que impactaram o orçamento, as que se referiram aos médicos residentes, que eram pagos pela Secretaria de Estado de Saúde, e a expansão nas bolsas dos estudantes cotistas, que antes eram de um ano e passaram para cinco, influíram bastante”, explicou Vieralves. Também participaram do encontro o reitor da Uezo, Roberto Soares; a vice-presidente da Cecierj, Mirian Crapez, e o vice-reitor da Uenf, Antonio Abel Carrasquilla

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.