Em 22 de outubro, 2008, por Hyury

Mudança na merenda vai parar na Justiça

O Globo On line

RIO – Os deputados Comte Bittencourt (PPS) e Marcelo Freixo (PSOL), da Comissão de Educação da Alerj, vão entrar na Justiça, nesta quinta-feira,com uma ação popular pedindo a suspensão do edital que centralizará o fornecimento da merenda em 960 escolas estaduais da Região Metropolitana. Os parlamentares alegam que a mudança do sistema atual, em que as próprias direções dos colégios são responsáveis pelos alimentos, não foi discutida previamente com a comunidade escolar.

Um outro ponto polêmico do edital, lançado na semana passada, é o fato de as empresas participantes do processo licitatório terem apenas nove dias para vistoriar as instalações de todas as escolas envolvidas. A Comissão de Educação da Alerj recebeu denúncias de que um consórcio participante estaria pedindo para que diretores assinem um atestado de inspeção, mesmo sem a escola ter sido vistoriada.

O GLOBO teve acesso a um documento em que o diretor de uma escola da Zona Sul do Rio se recusa a atestar a visita de representantes do consórcio, que passaram pelo colégio sem fazer a inspeção.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.