Em 05 de abril, 2007, por Hyury

Magaldi faz audiência para resolver problema do Fonseca

Jornal O Porta-Voz

O projeto de construção de um corredor viário na Alameda São Boa Ventura, no Fanseca, que promete desafogar o fluxo de automóveis na cidade, já tem data de início e conclusão definidas. O secretária estadual de Transpartes, Júlio Lopes, garantiu durante a audiência pública realizada na Câmara de Vereadores, que em junho sairá a licitação e que no início de agosto deverá ser dado o pontapé inicial dos trabalhos. A previsão é de que em março de 2008 o corredor esteja pronto.

A Audiência foi presidida pelo vereador Carlos Alberto Magaldi (sem partido) e contou com as presenças, além de Lopes, da secretária de Serviços Públicos, Trânsito e Transporte (SSPTT), Dayse Monassa, dos deputados estaduais, Comte Bittencourt (PPS) e Rodrigo Neves (PT). Líderes camunitários e vereadores também acompanharam a reunião.

O secretário Júlio Lopes afirmou que para agilizar o início dos trabalhos, dividiu o processo de licitação em duas fases. A primeira é relacianada com a obra civil e a segunda com a sinalização. Conforme contou, o que dificultava o processo de seleção das empresas é que poucas tinham habilitação para realizar as duas fases da obra. Com isso, o custo apresentado era superior ao estabelecido.

“Acredito que no fim de julho ou inicio de agosto as obras já tenham sido iniciadas. Garanto que no prazo de seis meses do projeto será cumprido”, disse.

Por sua vez, Dayse Monassa fez uma explanação das intervenções previstas para a Alameda. Ela destacou que a obra abrangerá também a Avenida Feliciano Sodré e a Rua Saldanha Marinho, ambas no Centro. Dayse eXPlicou que a Feliciano Sodré recebe todo impacto do trânsito dos bairros Engenhoca, Fonseca e Barreto, além da Ponte Rio-Niterói.

“Nos últimos dez anos, a frota de automóveis da cidade aumentou de 92 mil para 196 mil. Nessas três vias passam, na hora do rush, um fluxo de sete mil veículos por hora”, afirmou Monassa.

Alterações-

Dayse Monassa explicou também quais serião as principais mudanças na Avenida Feliciano Sodré e destacou a importância da inclusão da rua Saldanha Marinho na reformulação do corredor.

“Reduziremos o número de pistas da Feliciano Sodré no sentido Fonseca. Das três pistas atuais ficará apenas duas pistas de rolamento. E ampliaremos para quatro as faixas sentido Fonseca e Praça da Renascença para o Centro”, disse. A secretária ainda afirmou que para retornar ao Centro da cidade, a opção será a Rua Saldanha Marinho,que será exclusiva para veículos leves.

“Por medida de segurança, elevaremos o nível das ruas nos cruzamentos mais movimentados”, programou.

Já na Alameda, a Secretaria antecipou que o canal será fechado somente em alguns trechos da via, onde serão construídas as estações de embarque e desembarque de passageiros. No total, foi programada a construção de seis estações no início da Alameda, próximo ao Hospital Getúlio Vargas Filho (Getulinho); em Riodades; no Santo Cristo; nas proximidades da Fundação Jardim Zoológico de Niterói (ZooNit); no bairro Chic e em Nossa Senhora das Mercês.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.