Em 22 de abril, 2011, por Hyury

Governo já autorizou contratação de mais 2.800 professores

BRASÍLIA – Os institutos federais de educação, ciência e tecnologia já foram autorizados a contratar, via concurso público, pelo menos 2.800 professores e 1.800 técnicos administrativos para as escolas federais de educação profissional. Os institutos que ainda tiverem concurso público válido poderão convocar e nomear os candidatos aprovados imediatamente. Uma portaria dos ministérios da Educação e do Planejamento com essa autorização será publicada segunda-feira, no Diário Oficial da União.

A preocupação do governo com o problema da falta de mão de obra qualificada no país, que eleva o custo-Brasil e prejudica a competitividade das empresas nacionais, fez com que a área da educação fosse poupada do corte orçamentário deste ano. O contingenciamento suspendeu concursos públicos e a contratação de aprovados, mas não atingiu professores e técnicos administrativos.

Segundo o Ministério da Educação, entre 2003 e 2010 foram instaladas 214 escolas técnicas federais, e boa parte do quadro desses centros ainda precisa ser preenchida. O país tem hoje 281 escolas técnicas públicas em funcionamento, e a previsão do governo é chegar a pelo menos 380 até o fim do ano.

Além da formação dos alunos, o governo tem outro desafio pela frente: contratar professores técnicos qualificados. Hoje, o MEC conta com pouco mais de 22 mil professores de ensino técnico e tecnológico, contra mais de 64 mil professores de ensino superior.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.