Em 26 de janeiro, 2010, por Hyury

Estudantes de 16 colégios vão escolher matérias

Jornal O Dia

Escolas receberão até R$ 90 mil para o projeto Ensino Médio Inovador

Rio – Escolas mais atraentes, onde os alunos vão poder escolher a matéria que desejam estudar. Na volta às aulas, em 8 de fevereiro, um novo modelo de ensino mais dinâmico e interdisciplinar estará à espera de 17.520 estudantes de Ensino Médio de 16 escolas estaduais das regiões Metropolitana e Serrana. As unidades foram selecionadas entre 158 inscritas pela Secretaria Estadual de Educação para fazer parte do Ensino Médio Inovador, proposto pelo Ministério da Educação (MEC). Todas receberão verba extra anual de até R$ 90 mil, proporcional ao número de alunos, para desenvolver o programa que custará ao MEC R$ 22 milhões — R$ 1,1 milhão para o Estado do Rio.

“O dinheiro poderá ser usado para comprar equipamentos de áudio e vídeo e custear, por exemplo, o transporte para passeios com os alunos”, explica Antônio José Vieira de Paiva Neto, diretor de Ensino Regular e Profissional da Secretaria de Educação.

Os alunos poderão escolher até 20% das disciplinas extras, como projetos, oficinas de leitura, atividades culturais ou práticas em laboratório, aulas de informática e de empreendedorismo, entre outras. Segundo a secretária de Educação, Tereza Porto, essa é a saída encontrada para melhorar o rendimento escolar: “A escola tem que oferecer atrativos para que o aluno se sinta motivado a estudar. Por isso, um dos critérios de seleção foi buscar escolas com altos índices de evasão e baixo desempenho no Sistema de Avaliação da Educação do Estado, o Saerj”. Também foram levados em consideração o interesse da unidade pelo programa e a proximidade com centros de formação de professores no Rio, Nova Iguaçu e Niterói.

O modelo reduz as atuais 12 disciplinas para quatro grupos de conhecimento (Línguas, Matemática, Humanas, e Ciências e Biológicas). Nessas unidades, o foco será em mais aulas de redação, atividades extras e maior interação entre as disciplinas. A reforma está sendo implantada pela primeira vez em 345 escolas em todo o País, beneficiando 291 mil alunos ao todo.

LAPTOP PARA APOSENTADOS

Na rede municipal de ensino do Rio a novidade é que professores e especialistas em Educação poderão ficar com os laptops dados pela Prefeitura do Rio quando se aposentarem. O decreto foi assinado ontem pelo prefeito Eduardo Paes.

Verba da Uerj remanejada

Presidente da Comissão de Educação da Alerj, o deputado Comte Bittencourt quer se reunir com o governador Sérgio Cabral para pedir que ele reverta o remanejamento de R$ 40 milhões das universidades estaduais para aposentados e pensionistas do Previ-Banerj. Acordo firmado entre Executivo e Legislativo previa reforço ao apertado orçamento da Uerj (com R$ 20 milhões), Uenf e Uezo. Mas, como noticiou domingo o ‘Informe do DIA’, a verba mudou de destino. “É inadmissível que o governador descumpra isso”, disse o deputado. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Públicas, o orçamento da Uerj para 2010 é o menor dos últimos 5 anos. A reitoria só vai se pronunciar hoje.

UNIDADES BENEFICIADAS

RIO DE JANEIRO

Colégios Brigadeiro Schorcht, Prof. Antônio M. Teixeira Filho, Prof. Ernesto Faria, Charles Chaplin, Monsenhor M. de Santa Maria Mochon, Ciep Ayrton Senna e Caic Theóphilo de Souza Pinto

NITERÓI

C.E. Conselheiro Macedo Soares e Prof. Alcina Rodrigues Lima

NOVA IGUAÇU

C.E. Alfredo Neves e Ciep 168 Ilda Silveira Rodrigues

OUTROS MUNICÍPIOS

Colégios Santos Dias (São Gonçalo); Prof. Murilo Braga (S. João de Meriti); Ciep Cândido Portinari (Petrópolis); Edmundo Bittencourt (Teresópolis); Dom Pedro I (Mesquita)

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.