Em 17 de fevereiro, 2009, por Hyury

Deputados do Rio querem investigar compras da Secretaria de Educação

O Globo On Line
17/02/2009

RIO – O monopólio do fornecimento de computadores ao estado pela empresa Investiplan – cujo dono é sócio do presidente da Alerj, Jorge Picciani, no mercado de gado – gerou reações na própria Assembléia Legislativa nesta terça-feira. Em discurso no plenário, o deputado Rodrigo Dantas (DEM) pediu a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o caso. Já Comte Bittencourt (PPS), presidente da Comissão de Educação, afirmou que irá pedir nesta quarta-feira à Secretaria de Educação a relação de todos os participantes de pregões eletrônicos que a Investiplan ganhou em 2007 e 2008.
O deputado Comte Bittencourt afirmou que é preciso fazer uma análise detalhada dos participantes dos pregões que a Investiplan ganhou nos últimos anos, para detectar se realmente houve concorrência nos certames. No último domingo, o GLOBO mostrou que, apesar de ser considerada uma das formas de licitação mais transparente, o pregão eletrônico não é um sistema infalível. Apesar de contar com oito concorrentes, uma disputa vencida pela empresa, no fim de 2008, tinha participantes sem capacitação, que informaram não prestar o serviço ou que se consorciaram em outros momentos.

Cabral entrega notebooks
Dois mil alunos da rede estadual de ensino do Rio, que se destacaram no ano passado foram premiados nesta terça com laptops, entregues pelo governador Sérgio Cabral. Os equipamentos fazem parte de um lote de 25 mil laptops que serão fornecidos ao estado pela Investiplan, empresa que domina os contratos de equipamentos de informática com o governo. Ao ser questionada se os computadores entregues nesta terça eram os fornecidos pela Investiplan, a secretária de Educação, Tereza Porto, passou a pergunta para o subsecretário, Júlio da Hora, que confirmou que o material foi fornecido pela empresa.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.