Em 04 de outubro, 2007, por Hyury

Deputados criam frente parlamentar em defesa das Universidades Estaduais

A Frente Parlamentar em Defesa da UERJ e da UENF foi criada hoje (04/10), com o objetivo de assegurar no orçamento do estado para 2008 recursos necessários para recompor os cortes de verbas sofridos nos últimos anos e garantir as prioridades na implantação de equipamentos tecnológicos e científicos nas instituições. Durante a formalização da Frente Parlamentar, os deputados Comte Bittencourt (PPS), Marcelo Freixo (PSOL), Sheila Gama (PDT), Fernando Gusmão (PCdoB) e Wilson Cabral (PSB) vistoriaram o local atingido pelo incêndio de domingo e se reuniram com o reitor Nival Nunes e representantes do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Públicas (Sintuperj) e alunos do DCE. Os parlamentares presentes integram a Comissão de Educação e a Comissão de Ciência e Tecnologia da Alerj.

“Queremos sensibilizar todos os deputados estaduais para assumirem o compromisso de recuperar a UERJ e a UENF neste primeiro orçamento do governo Sérgio Cabral que acaba de chegar à Alerj. Este movimento não é apenas para a recuperação das perdas com o incêndio. Não adianta fazer planos para o desenvolvimento econômico do estado se não cuidarmos da produção científica e da inteligência geradas nessas instituições”, disse o deputado Comte Bittencourt, que é presidente da Comissão de Educação da Alerj.

Os deputados assinaram o manifesto de criação da Frente e apresentaram números referentes ao orçamento para a UERJ nos últimos anos. Este ano, até 20 de setembro, o orçamento executado para a universidade está em torno de R$ 356,2 milhões. Os dados revelam ainda que, em cinco anos, apenas 0,2% do orçamento foram dedicados a investimentos, ou seja R$ 2,9 milhões. O Conselho Universitário da UERJ entregou aos parlamentares uma proposta que reivindica R$ 1,1 bilhão para o orçamento total da instituição em 2008.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.