Em 17 de novembro, 2008, por Hyury

Deputados contestam dados da Secretaria de Educação sobre número de alunos que merendam no Rio

DSC_0075[1]Letícia Vieira
Extra
17/11/2008

Deputados da Comissão de Educação da Assembléia Legislativa fizeram um levantamento que contesta a necessidade da compra centralizada da merenda nas escolas da rede estadual do Rio. A Secretaria de Educação quer passar a responsabilidade pelo fornecimento e preparo das refeições para uma empresa, sob alegação de que só 36,91% dos alunos merendam nas escolas. Já a comissão concluiu que esse número chega a 80% em algumas unidades.

A Secretaria de Educação informou que fez uma pesquisa em 45 escolas da Região Metropolitana. O resultado foi apurado por meio de entrevistas nos colégios.

Os deputados Comte Bittencourt (PPS) e Sheila Gama (PDT) afirmaram que voltaram a sete escolas visitadas pela secretaria e descobriram números bem maiores.

Diferença de números

No Colégio Estadual São Cristóvão, em Queimados, foram encontradas as maiores diferenças entre os relatórios. Enquanto a secretaria apontou que 12,15% dos estudantes comiam a merenda fornecida na escola, funcionários da unidade informaram que servem cerca de 80% das refeições.

No Colégio Estadual Arruda Negreiros, em Nova Iguaçu, a média dos estudantes que merendam é de 60% contra 5,52%. Foram pesquisadas ainda unidades em Nilópolis e Niterói. O deputado Comte Bittencourt diz ser equivocada a escolha da compra da merenda por uma única empresa:

– O estudo apresentado pela secretaria que justifica a centralização é muito frágil. Com essa distorção de dados, foi um movimento equivocado da secretaria. A licitação da merenda seria no dia 14, mas foi suspensa para atender recomendações do Ministério Público.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.