Em 26 de abril, 2017, por Assessoria de Comunicação

Comte discursa sobre o turismo no município de Campos

Deputado Comte Bittencourt – Sra. Presidente, Deputada Fatinha, Sras. e Srs. Deputados, Senhoras e Senhores, o que me traz a este Expediente Final é a audiência pública que realizamos ontem, da qual tive a oportunidade de participar, na cidade de Campos, convocada pelo presidente da Comissão Permanente de Turismo, Deputado Silas Bento.

Foi uma audiência oportuna, realizada na Câmara Municipal de Campos, que teve como foco debater a política de turismo no Norte do Estado, especialmente na cidade de Campos, principalmente depois de a cidade de Campos ter sido retirada do mapa turístico do Estado do Rio de Janeiro, o que é um grande absurdo. Ela foi retirada, Sras. e Srs. Deputados, porque a Prefeitura Municipal da gestão anterior não deu as informações necessárias para a Embratur manter aquela cidade no mapa turístico do Estado do Rio de Janeiro.

Contou com uma presença bastante expressiva. Foi até uma surpresa ver o plenário da Câmara, belo e grande, lotado. Estiveram presentes o Deputado Silas Bento, presidente da Comissão; o Deputado Gil Viana, nosso companheiro da Casa e Deputado da cidade de Campos; o Prefeito Rafael Diniz, com a sua vice-prefeita, Professora Conceição; o presidente da Câmara, Vereador Marcão; o diretor de turismo da cidade de Campos, o Sr. Júlio Lucena; e vários vereadores – e eu aqui registro os meus dois companheiros de partido, vereadores Fred e Abu, mas vários vereadores, de todas as bancadas, lá estiveram e se manifestaram, hipotecando apoio à retomada da política de turismo em Campos -; o presidente de Convention de Turismo da cidade de Campos, Dr. Luiz Eduardo Silva; o presidente da Federação de Convention do Estado do Rio de Janeiro, Dr. Navega; e o Secretário de Estado, Dr. Nilo Sérgio – presença sempre muito importante para nosso debate -, um incentivador, um homem comprometido com o Estado do Rio de Janeiro na política de turismo – aliás, tenho dito que, há muito tempo, a pasta de turismo não tinha um Secretário com a expertise da área que o Dr. Nilo Sérgio tem, homem sensível à questão do turismo no Rio de Janeiro, comprometido com essa política -, acompanhado, como sempre, do Dr. Werneck, diretor da nossa TurisRio.

A cidade de Campos, Sras. e Srs. Deputados, tem um acervo turístico instalado invejável. Ontem, fiquei impressionado com o acervo que nos foi apresentado. Estamos falando do belíssimo Centro Histórico; do magnífico Teatro Trianon; do Centro de Eventos Populares; da Cidade da Criança; do Museu Histórico de Campos; da Lagoa de Cima; da Praia do Farol de São Tomé; do Monumento do Farol; no Morro do Itaoca; da Catedral do Santíssimo Salvador; da festa de Santo Amaro – Campos é uma cidade que tem festas religiosas marcantes naquela região. Aqui me antecederam os Deputados Waldeck Carneiro e Bruno Dauaire, da cidade de São João da Barra, e ambos se referiram àquela região e às festas religiosas que têm importância naquela área.

A cidade de Campos não merece ser retirada do mapa turístico do Rio de Janeiro por conta de um detalhe administrativo, por uma falha de uma gestão, que isolava a cidade. Os governantes têm que entender que, passadas as eleições, as diferenças partidárias ficam superadas, visando ao interesse da gestão pública, o interesse das cidades, o interesse dos estados, o interesse da nação. O espírito republicano exige de todos nós esse compromisso, esse comprometimento com as políticas públicas.

Campos é a única cidade, depois da capital, que tem voo regular. Vejam bem, a única cidade do interior do Estado do Rio de Janeiro que tem aeroporto com voo comercial regular é a de Campos, fundamental para o turismo. Propus, ontem, ao Deputado Silas Bento e ao Secretário Nilo Sérgio que fizéssemos uma audiência pública convidando a Azul, a empresa que opera a linha, porque não é possível uma tarifa aérea da Cidade do Rio de Janeiro até Campos custar R$1.800,00, ou seja, US$ 600.00, o mesmo que uma tarifa aérea Rio de Janeiro – Miami por uma empresa como a American Air Lines. É inadmissível uma linha regional de aviação ter um preço desse porte na sua tarifa. Isso indica uma única questão: a Azul parece que pretende ou deseja encerrar essa frequência da linha regional.

Esta Casa tem que se manifestar junto com a Câmara Municipal de Campos, junto com todos os Governos do Norte do Estado do Rio, porque a importância daquela região, importância da Cidade de Campos não pode permitir que a empresa aérea que opera – como obrigação – aquela frequência comercial pratique tarifas dessa monta.

Então este é um primeiro componente que eu diria um pré-requisito que fortalece a Cidade de Campos.

O segundo, a rede de hospedagem, Presidente. a rede de hospedagem de Campos é uma rede invejável, com hotéis de bandeiras internacionais, que não pode se limitar apenas ao turismo de negócio ligados à cadeia de óleo e do gás. Vamos nos lembrar que o incrementa o turismo é especialmente o turismo de lazer. Encher esses hotéis no final de semana com o acervo cultural que tem a Cidade de Campos é obrigação das políticas públicas de turismo do Rio de Janeiro. Aliás, um dos grandes legados prometidos nos grandes eventos esportivos, Copa do Mundo e Olimpíadas, que investiram bilhões e bilhões de reais do Tesouro do Estado, seria a política de turismo, e é inadmissível que esse legado tenha sido negado depois dos Jogos à população do Rio de Janeiro.

Eu quero finalizar, Deputada Fatinha, registrando, mais uma vez, a importância da audiência, importância desse material Rio + 3, um material produzido pela Secretaria de Estado de Turismo, que traça um arco, a três horas da Cidade do Rio de Janeiro, os destinos turísticos principais, e está lá o Norte do Estado representado pela Cidade de Campos.

Parabéns à Câmara de Campos! Parabéns ao Prefeito Rafael Diniz! Parabéns ao Diretor de Turismo, Júnior Lucena! Parabéns ao Convention! Parabéns ao Secretário Nilo Sérgio! Retomar a política de turismo para a Cidade de Campos é uma obrigação de todos nós e, acima de tudo, um dever, porque precisamos encontrar alternativas ao desenvolvimento econômico que seja capaz de gerar emprego, de circular a riqueza que passamos a ter da cadeia do óleo e do gás; e o turismo é um dos grandes empreendimentos geradores de emprego, geradores de riqueza em qualquer local do mundo.

Muito obrigado, Presidente.

Acompanhe o Comte

Veja e acompanhe o deputado Comte não regiões do Rio de Janeiro, selecione uma região para filtrar e exibir o conteúdo e aprimorar sua navegação.

Mapa Região Noroeste Fluminense Região Norte Fluminense Região Serrana Região Centro-Sul Fluminense Região das Baixadas Litorâneas Região Metropolitana Região do Médio Paraíba Região da Costa Verde Região da Costa Verde

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.