Em 24 de fevereiro, 2010, por Hyury

Comte cobra falta de investimento da Cedae

“A população do Rio têm que torcer para que o verão acabe o mais rápido possível. Já deu para perceber que não se pode depender do governo do estado. A população está vivendo num inferno”, afirmou o deputado Comte Bittencourt (PPS), hoje (24/02) no plenário da Alerj. O parlamentar discursou pela segunda vez essa semana sobre o caos dos serviços das concessionárias, que estão deixando os moradores da região metropolitana do Rio sem água, sem luz e sem transporte.

Comte apresentou um breve histórico do orçamento para investimentos da Cedae nos últimos 2 anos. Em 2008 eram previstos mais de R$ 389 milhões de reais, mas só foram executados R$ 112 milhões. Para 2009 a previsão era de R$ 548 milhões de reais e apenas R$ 9.614.085,00 foram usados. Nesses dois primeiros meses, a Cedae até agora não empregou nem R$ 1 real dos quase R$ 560 milhões que tem para investir em 2010.

O deputado citou a matéria do Jornal “O Fluminense” dessa quarta-feira, onde moradores de várias ruas do bairro Rio do Ouro, em São Gonçalo, estão sem água há mais de 20 dias. O parlamentar afirmou ainda, que em pesquisa realizada por sua equipe, no Sistema de Informações Gerais (SIG), da Secretaria de Estado de Fazenda, a Cedae tinha de investimento para ampliação e melhoria operacional do sistema Guandu e Imunana-Laranjal, mais de R$ 10 milhões de reais, mas não houve despesa liquidada no ano passado. Ontem passageiros dos trens e metrô também sofreram devido a problemas operacionais, mas o presidente do Metrô, afirma em entrevista que tudo está normal. “As agências reguladoras, que deveriam fiscalizar e cobrar, não tem o mínimo compromisso com a população”, concluiu Comte.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.