Em 18 de março, 2010, por Hyury

Comissão de Educação quer adiar reunião do conselho universitário da Uerj

O presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Rio, deputado Comte Bittencourt (PPS), enviará um ofício ainda esta semana à reitoria da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), pedindo o adiamento da reunião do conselho universitário, marcada para o dia 25 deste mês, que tem como objetivo analisar a minuta proposta pelo atual reitor da universidade, Ricardo Vieiralves. O documento sugere a criação de um conselho próprio e a normatização da autonomia da gestão do Hospital Pedro Ernesto (Hupe), ligado à Uerj, o que pode, segundo representantes dos sindicatos, abrir brechas para a privatização do hospital.  

“O ideal é que a reunião do conselho para a votação da proposta, assim como qualquer deliberação referente ao Hospital Pedro Ernesto, só aconteça após a próxima reunião da Comissão de Educação sobre o Hupe, no dia 30 de março”, disse Comte Bittencourt. No ofício, o deputado sugere que no novo encontro estejam presentes também o reitor e o diretor do hospital, Rodolfo Acatauassu, impossibilitados de comparecer à audiência pública realizada hoje (18/3) na Alerj.

De acordo com o coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Públicas Estaduais (Sintuperj), José Arnaldo Gama, existe um processo de sucateamento do hospital.  “Além da proposta, que pode facilitar a entrada das Fundações Estatais de Direito Privado, ou outras formas de gestão privada, ainda lidamos com a situação de completo abandono do hospital e com péssimas condições de trabalho”, reclamou Gama. Para a presidente da Associação de Docentes da Uerj (Asduerj), Cleier Marconsin, a minuta apresentada pelo reitor mexe em duas questões fundamentais  do hospital – na gestão e no financiamento. “É fundamental que antes da votação possamos discutir, com seriedade, os problemas pelos quais estão passando a universidade e o hospital”, avaliou Cleier.

Liderados pelo deputado Comte Bittencourt, parlamentares já haviam visitado o Hospital Pedro Ernesto na semana passada, quando se reuniram pela primeira vez com representantes dos sindicatos. O tema do encontro foi a proposta apresentada por Vieiralves. “O Pedro Ernesto tem papel fundamental não somente no atendimento à população do Rio, mas também na área acadêmica. É importante que a Comissão de Educação acompanhe a questão da autonomia e a possibilidade de desvinculação orçamentária da gestão do hospital da universidade. A população do Rio não pode sair prejudicada”, afirmou Comte.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.