Em 20 de agosto, 2008, por Hyury

Comissão de Educação da Alerj quer que estado solucione situação de animadores culturais

A Comissão de Educação da Alerj recebeu, hoje (20/08), um grupo de animadores culturais, contratados por meio de lei estadual de 1993 para trabalhar nos CIEPs, que se encontram em situação indefinida na rede de ensino pública. Na época da contratação, em regime de cargo comissionado, o objetivo era fortalecer o programa de horário integral dos CIEPs. Além de não receberem aumento salarial, os cerca de 500 animadores culturais, conforme denunciaram, contribuem para a Previdência Social, mas não tem o recolhimento depositado no INSS.

O presidente da Comissão, Comte Bittencourt (PPS), vai fazer uma consulta à Procuradoria da Alerj para saber qual é a realidade concreta desses profissionais na rede estadual de ensino. “Trata-se de uma irresponsabilidade dos governos, que não conseguem ver que estes profissionais da cultura são importantes para a Educação em nosso estado”, disse Comte. O deputado Marcelo Freixo (PSOL) solicitou à representante da Secretaria de Educação que marque uma data até o final da semana para que as autoridades da área recebam a Comissão de Educação da Alerj e um grupo de animadores culturais para que as propostas e reivindicações dos profissionais sejam recebidas na tentativa de buscar uma saída legal para a situação dos animadores culturais.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.