Em 04 de dezembro, 2008, por Hyury

Alerj concede Título de Cidadão do Estado do Rio a Ricardo Cravo Albin

Alerj On Line
rcalbinsite04/12/2008

Um artista brilhante e um dos maiores ícones da cultura fluminense. Com essas palavras, o deputado Comte Bittencourt (PPS) apresentou, nesta quarta-feira (03/12), o jornalista, produtor de rádio e televisão e crítico Ricardo Cravo Albin, que recebeu das mãos do parlamentar o Título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro, no Plenário Barbosa Lima Sobrinho da Alerj. “Um cidadão ímpar porque encarna o sentimento do carioca. Ele representa a valorização da Música Popular Brasileira para o Rio de Janeiro e para o Brasil. Depositamos as esperanças em pessoas como ele, um vanguarda da cultura e da arte”, completou Bittencourt.

Ricardo Albin, que também é presidente do Instituto de Cultura Cravo Albin (ICCA), na Urca, zona Sul do Rio, agradeceu a homenagem – ao lado do irmão Leonardo Cravo Albin – e assegurou que o que faz é promover e incentivar as atividades de caráter cultural no campo da pesquisa, reflexão e promoção das fontes que alimentam a cultura e, em especial, a música brasileira, com o objetivo de divulgar a conservar o patrimônio histórico e artístico do estado. “O título que recebo da Assembléia Legislativa amplia a minha responsabilidade e o meu comprometimento com a recuperação cultural da cidade mais cantada no mundo. Fizemos uma pesquisa recente e constatamos que são cerca de três mil composições que falam do Rio de Janeiro. Isso muito nos orgulha”, concluiu o homenageado.

Segundo o parlamentar do PPS, o que se deve destacar no profissional é sua atitude. “Albin tem essa atitude de preservar a cultura, através de seu instituto, criado em 2001, transformando através de um ato de doação de seu patrimônio acumulado ao longo de uma vida e em vida, no patrimônio do povo fluminense”, louvou o parlamentar. Para o Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Júlio Bueno, o crítico musical já era reconhecidamente, por tudo que realizou, um cidadão do Rio. “Estamos compartilhando, hoje na Alerj, uma justa homenagem. E para personalidades como Albin, enquanto gestor público, meu compromisso é com o melhor desempenho no emprego dos recursos para área de cultura e entretenimento”, destacou Bueno.

A homenagem foi encerrada com a apresentação clássicos da MPB de autoria de Luiz Gonzaga, Vinicius de Moraes, Pixinguinha e Lulu Santos entre outros. Samba, Chorinho e Baião foram interpretados por Carmélia Alves, Márcio Gomes, Marília Beviláqua, Ademildes Fonseca e a filha Eumar Fonseca. Fizeram parte da mesa da entrega do título a presidente da Academia Carioca de Letras, Stella Leonardo; o presidente da União Brasileira dos Escritores, Edir Meirelles; o presidente do Instituto Brasileiro de Cultura Hispânica, Francisco de Souza Brasil e o diretor da Associação Comercial do Rio de Janeiro Paulo, Fernando Marcondes Ferraz, representando o presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Olavo Monteiro de Carvalho.

O baiano Ricardo Cravo Albin, jornalista e advogado, com curso de extensão pós-universitária em Direito, em Nova Iorque é oficial de reserva do Exército. Durante 43 anos dedicou sua vida à cultura brasileira, através do som e da imagem, tendo o reconhecimento nacional e internacional. Em 2004, com apoio da Empresa El Paso, o ICCA produziu uma coletânea com referências aos seus acervos. Esta coletânea é complementada por um conjunto de cartazes didáticos sobre a MPB e distribuída nas escolas do estado e dos municípios do Rio de Janeiro, como primeira iniciativa do Projeto MPB nas Escolas. É autor do dicionário Cravo Albin da MPB, em base digital, que pode ser acessado através do site www.dicionariompb.com.br, uma das grandes realizações do pesquisador. O dicionário está sendo preparado para a publicação em papel, uma realização conjunta com o Instituto Antonio Houais.

Trajetória

@comte_educacao

Informativos em PDF

Fique por dentro do boletim informativo Comte, clique e veja.